Rio Maranhão

A origem do rio Maranhão é o rio Bananeiras cuja nascente fica a 1.060m de altitude na serra do Espinhaço, em Conselheiro Lafaiete/MG. O rio Bananeiras mantém este nome até receber pela direita o ribeirão Soledade na localidade conhecida como "Congonhas Acima".

 

Desse ponto adiante é que passa a se chamar “rio Maranhão”. O rio Maranhão recebe como afluentes à sua direita, os ribeirões 'Macaquinhos' e 'Goiabeiras' além do rio Santo Antônio, que nele deságua no bairro Praia em Congonhas. Bananeiras e Maranhão formam um só rio e seu deságüe acontece no Rio Paraopeba na divisa de Congonhas com o município de Jeceaba/MG.


Origem do nome Rio Maranhão

 

Dom Frei Manuel Ferreira Freire da Cruz, natural de Lousada em Portugal, era bispo da diocese de São Luís no estado do Maranhão entre os anos de 1739 e 1747 quando foi nomeado primeiro bispo da Diocese de Mariana - MG, a qual Congonhas pertence. Sua viagem até Minas Gerais para assumir a prelazia durou um ano e três meses, de barco, a cavalo e a pé, perfazendo quatro mil quilômetros.

 

Seu bispado em Mariana foi entre os anos de 1748 a 1764 e ao visitar o então arraial de Congonhas do Campo pela primeira vez, colocaram o nome no rio de “Rio Maranhão” em sua homenagem, reverenciando assim o Estado onde exerceu seu bispado antes de se transferir para Minas Gerais.