Busca:
home
linha
institucional
História da Câmara
Legislaturas
Funcionários
Ordem do dia
linha
vereadores
Galeria de Presidentes
Mesa diretora
Comissões
Vereadores
Fale Conosco
linha
Servi�os
Moções
Diário Eletrônico
Tramitação de Projetos
TV Web
Licitações
Legislação Municipal
Prestação de Contas
Notícias
Agenda
Requerimento
Indicações
linha
congonhas
História
Arte Religiosa
Lazer
Mestre Aleijadinho
Barão de Paraopeba
Barão de Eschwege
Os Profetas
Passos da Paixão de Cristo
Barão de Congonhas
Arcebispo Dom Silvério
Cônego Luís Vieira
Zé Arigó
Festas
Hino
Símbolos Municipais
Notícias
linha
Home / Serviços / Notícias
seta
O tom da reunião destaca fortemente além de outros temas, a Comissão como palco indispensável de discussão e o turismo da cidade
O tom da reunião destaca fortemente além de outros temas, a Comissão como palco indispensável de discussão e o turismo da cidade

Reuniu-se a Câmara Municipal de Congonhas, para a 9ª Reunião Ordinária, da Sessão Legislativa, dia quatro de abril de 2017, às 9h08, presidida pelo Vereador Adivar Geraldo Barbosa e secretariada pelo Vereador Eduardo Cordeiro Matosinhos. Foi confirmada através de Ofício/PMC, a presença da Comissão Interventora do Hospital nas Comissões Permanentes. Projeto de Decreto 6.487 dispõe sobre ponto facultativo nas repartições públicas, dia 13 de abril. Vereador Evandro (Pastor Evandro) falou ao púlpito e questionou sobre a necessidade de seguir, rigorosamente, o protocolo do regimento interno; assim como discussões sobre: Cine Teatro Leon; Parque das Cachoeiras; turismo; teleférico para a cidade; respostas do Executivo; restauração da Igreja Matriz N. S. da Conceição e outros.

 

Vereador Adivar em resposta ao pedido do Ver. Evandro sobre seguir a risca o protocolo do regimento interno, disse que tem conhecimento do teor do mesmo e sabe exatamente como proceder, porém fica constrangido em dizer isto aos vereadores e segundo ele, a postura dos companheiros parlamentares devem partir dos mesmos. Sobre o Parque das Cachoeiras disse que em 2005 ficou fechado e que havia muita briga de visitantes e houve até um assassinato, por isso a preocupação de qual atitude tomar. Sobre o comentário do Ver. Evandro e Ver. Edonias de que o museu é pouco divulgado discordou, veementemente e disse que Congonhas nunca se destacou tanto na cultura e na mídia: “A Rede Globo deu ênfase a reinauguração da Igreja da Matriz...O nosso turismo é cultural, aonde muita das vezes é menos visitado. Quase todo dia tem evento’, afirmou.

 

Vereadora Cida Penido solicitou ao Executivo, informações das empresas que se instalam em Congonhas e não dão prioridade de emprego aos congonhenses; pediu em forma de ofício, que a Viação Profeta esclareça sobre o cancelamento de alguns horários, do lotação para o Esmeril;pediu atenção na construção de um muro gabião no bairro Zé Arigó; ao Presidente da CM de Congonhas pediu autorização de visita técnica, para conhecer o teleférico em São Bernardo do Campo/SP; para viabilização na construção de um mini teleférico para a cidade e participação no projeto Fest Vocal Gospel.

 

Vereador Eduardo disse que em relação à leitura na íntegra das correspondências solicitada pelo Ver. Evandro inviabilizaria as reuniões, devido à quantidade de informações contidas no corpo do protocolo, sendo a melhor opção, que estas discussões e leitura na íntegra fossem direcionadas as comissões - que é exatamente o local onde se estabelece as diretrizes dos projetos e leis a serem apresentados e aprovados, em plenário. Em relação ao Cine Teatro Leon disse que a concessão e da Igreja Católica e que segundo Ver. Eduardo: “o aluguel é de 14 mil reais...precisa sim ser revitalizado, mas a igreja não tem dinheiro, não vende, não reforma e não aceita reformas...a igreja deveria ter uma contraproposta”. A respeito da Secretaria de Habitação disse que as obras tem que continuar, pois aproximadamente, 700 famílias estarão aguardando.

 

Vereador Evandro Alves de Almeida (Pastor Evandro) falou ao púlpito sobre a necessidade de seguir a risca o regimento interno, sobre o tempo de fala de cada vereador, pois segundo ele reduziria o horário total das reuniões, que em sua opinião acabam ficando cansativas e a fala na íntegra das respostas do Executivo. Sugeriu também que mudasse a ordem, primeiro leitura da ata do dia anterior, imediatamente seria encaminhado à inscrição e fala para o pequeno e grande expediente. Solicitou a presença do procurador durante a reunião. Falou sobre explorar mais o turismo na cidade e sugeriu que o Museu ficasse aberto até às 22h, pois em sua opinião está sendo pouco divulgado, além de ter falado sobre minério, recursos hídricos e criação de uma secretaria de meio ambiente.

Vereador Edonias falou novamente sobre respostas vazias que recebe do Executivo; falou também sobre a necessidade de fazer manutenção das academias ao ar livre, pois os aparelhos com o tempo são danificados.

 

Vereador Feliciano falou sobre reunião com os interventores do hospital; qual o custo do Programa Mão Solidária; sobre o parque da cachoeira, disse que se lembra quando era seu local de trabalho e que sempre teve policiamento. Acredita numa maior exploração turística do local, para gerar mais receita e disse que somente 200/300 ônibus com, aproximadamente, 10 mil pessoas frequentam hoje o parque final de semana. Questionou sobre qual o critério usado para fomentar o turismo e a frequência dos visitantes, no parque.

Vereador Igor Jonas Souza Costa solicitou junto ao Executivo, informações sobre o número da lei que vigora sobre a liberação de placas numéricas, em Congonhas; levantamentos sobre os legítimos proprietários de toda a área situada ao lado da E.E. Barão de Paraopeba, junto a Secretaria de Gestão Urbana.

 

Vereador Luca Santos Vicente solicitou novamente ao Executivo, informações sobre o Cine Teatro Leon, para que as pessoas possam desfrutar novamente deste local cultural, de extrema importância à população de Congonhas, pois segundo ele é mais uma opção de laser e sobre projetos de habitação.

 

Vereadora Patrícia Fernandes Monteiro retirou a tramitação do Projeto de Lei 02/2017 que institui a realização de testes vocacionais e deu outras providências. Solicitou informações da guarda municipal de Congonhas. Tramitam na Casa Legislativa projetos de Lei de sua autoria de n°018,019 e 020/2017 que subscreve cobranças de despesas médicas e hospitalares as concessionárias de estradas e rodovias e remoções em situações específicas; dispõe sobre apresentação de artistas de rua nos logradouros públicos da cidade e determina que seja instaurado o Programa Ruas Abertas, no município. Em relação ao Cine Teatro Leon disse que irá conversar com Padre Paulino sobre as questões levantadas pelo Ver. Eduardo.

 

Vereador Vagner Luíz de Souza (Koelhinho) solicitou cópia de documentações referentes aos empreendimentos imobiliários da CHB, no Jardim Profeta; pediu cópias da relação de cargos comissionados e quando da posse dos cargos;pediu informações sobre quais foram as providências tomadas em relação ao relatório 199/2015, da Defesa Civil e sobre vistoria técnica para construção de muro de contenção, no Bairro Dom Silvério. Ver. Vagner comentou novamente sobre a necessidade de um líder e sobre possível prejuízo causados pelo Museu e Parque das Cachoeiras e que o parque possa ser utilizado também para eventos.

 

Fonte: Rita Cordeiro/ Assessoria de Imprensa/CM de Congonhas

topo
voltar
linha
CÂMARA MUNICIPAL DE CONGONHAS
Rua Dr. Pacífico Homem Júnior, 82, Centro - Fone: (31) 3731-1840
Why Digital - 2009
Congonhas - Minas Gerais - Brasil
congonhas@camaracongonhas.mg.gov.br